|   Jornal da Ordem Edição 3.215 - Editado em Porto Alegre em 22.05.2019 pelo Departamento de Comunicação Social da OAB/RS
|   Art. 133 - O advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei. Constituição Federal, 1988
ARTIGO

17.07.14  |  Claudio Lamachia   

Artigo do vice-presidente nacional da OAB: A copa terminou. E a segurança?

Foi publicado na edição desta quinta-feira (17), no jornal Zero Hora, de Porto Alegre, artigo do vice-presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, sobre a segurança publica durante e depois da Copa do Mundo.


A copa terminou. E a segurança?

Por Claudio Lamachia - vice-presidente nacional da OAB

Acabou a Copa do Mundo. Se o resultado no campo não foi o que esperávamos, devemos olhar para o que ficou de legado. Entretanto, alguns dos históricos problemas infelizmente não tiveram a solução tão aguardada.

Na telefonia, por exemplo, nem 4G nem 3G funcionaram com a qualidade prometida. Outro problema crônico que se repetiu foi a falta de teto no aeroporto Salgado Filho. O ILS 2 ainda não conseguiu dar conta do recado. Mas se nessas áreas os problemas não foram resolvidos, na segurança pública devemos comemorar uma vitória.

Porto Alegre viveu dias de grande alegria com as ruas cheias de torcedores e famílias celebrando junto aos turistas. Vimos e vivemos a cidade como há muito não acontecia. Em cada esquina do centro, ou dos bairros próximos ao Beira Rio, lá estavam os policiais. Mesmo em locais afastados, nunca se viu tantos na rua.

Se há um legado possível, penso que este seja o mais próximo de se tornar realidade. Mostrou-se à população que existem saídas para diminuir drasticamente os índices de violência: policiamento ostensivo e uso da tecnologia.

Estados e municípios mostraram que com criatividade é possível resolver um dos problemas que mais atingem a sociedade. Cabe àqueles que se responsabilizaram em administrar que encontrem meios para ampliar os quadros das forças de segurança.

A transferência de policiais do Interior para a Capital não é a solução. O cobertor ainda é curto. É preciso que haja mais policiais atuando nas ruas, resguardando a segurança. Está comprovado que podemos viver em uma cidade mais segura, e aumentar o efetivo da Brigada Militar e da Guarda Municipal é o início da transformação que precisamos.

O uso de câmeras ligadas a salas de monitoramento ou às delegacias pode também ser um implemento à garantia da liberdade de ir e vir, algo que se perdeu ao longo das últimas décadas.

Segurança é um dos elementos do ciclo virtuoso do fomento à economia. Bares, restaurantes, parques e praças se enchem de pessoas, o que estimula a criação de mais empregos, gerando maior arrecadação, propiciando que o Poder Público possa investir cada vez mais no bem-estar da sociedade.

MAIS ARTIGOS
BOLETIM INFORMATIVO. CADASTRE-SE!
REDES SOCIAIS E FEED
RSS
YouTube
Flickr
Instagram
Facebook
Twitter
RÁDIO OAB/RS
Rádio OABRS
MAPA DO SITE
Abrir
(51) 3287.1800
Redação JO: Rua Washington Luiz, 1110, 13º andar - Centro - CEP 90010-460 - Porto Alegre - RS   |   comsocial@oabrs.org.br
© Copyright 2019 Ordem dos Advogados do Brasil Seccional RS    |    Desenvolvido por Desize

ACESSAR A CONTA


OABRS:   *
Senha:   *
Esqueci minha senha  |  Novo cadastro