|   Jornal da Ordem Edição 3.149 - Editado em Porto Alegre em 17.10.2018 pelo Departamento de Comunicação Social da OAB/RS
|   Art. 133 - O advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei. Constituição Federal, 1988
NOTÍCIA

14.06.18  |  Advocacia   

Breier acompanha subseções em reunião com o Secretário de Segurança do Estado

Foto: Sergio Trentini - OAB/RS

Foto: Sergio Trentini - OAB/RS

Foto: Sergio Trentini - OAB/RS

Foto: Sergio Trentini - OAB/RS

Foto: Sergio Trentini - OAB/RS

Foto: Sergio Trentini - OAB/RS

Foto: Sergio Trentini - OAB/RS

Foto: Sergio Trentini - OAB/RS

Foto: Sergio Trentini - OAB/RS

Foto: Sergio Trentini - OAB/RS

Foto: Sergio Trentini - OAB/RS

A falta de efetivo policial e o crescimento do índice de violência nos munícipios de Montenegro, São Leopoldo e Torres, motivou a reunião do presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, com o secretário de Segurança do Estado, Cezar Schirmer na tarde desta quarta-feira (13). Breier acompanhou os dirigentes das subseções na sede da Secretaria Estadual da Segurança Pública.

“Nossa diretoria está sempre ao lado das subseções em pautas tão importantes para as comunidades. Afinal, a OAB/RS precisa estar ao lado da cidadania, e os temas trazidos aqui hoje são de extrema relevância. Estamos à disposição para promover um debate social e realizar manifestações junto das 106 subseções”, ressaltou Breier.

O presidente da subseção de Montenegro, Sepé Tiaraju, afirmou estar ciente de que os problemas de violência são gerais. “Temos em nossa cidade como principal problema a ausência de policiais. Viemos até aqui solicitar que o tempo que os policiais ficam no município seja prolongado.”

Já o presidente da subseção de Torres, Ivam Roque Sá Brocca, elencou os recentes episódios que estão atingindo a cidade litorânea. “Como Torres é fronteira do Estado, enfrentamos um aumento no número de pessoas interessadas na rota do tráfico. Mesmo com o nosso efetivo policial ser extremamente qualificado, houve um assombroso crescimento do crime na região”, disse Brocca.

“O nosso principal problema em São Leopoldo é a situação precária da nossa Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento, que está entre as piores do Estado. Todos os atendimentos são feitos na mesma delegacia, além da realidade de alguns criminosos ficarem presos no local por algum tempo”, pontuou Rita Pavoni, presidente da subseção de São Leopoldo.

O secretário de segurança do Estado, Cezar Schirmer, apontou prontamente alguns encaminhamentos. Schirmer providenciou o agendamento da reunião da subseção de São Leopoldo com o chefe de polícia responsável pela DPPA para que seja possível elencar os principais problemas diretamente ao responsável.

“Sobre Torres, estamos cientes do problema e já estamos tomando uma atitude. Está sendo deslocado para o município o grupo chamado Força Gaúcha de Pronta Resposta. Um efetivo que atua quando identificamos uma conflagração, emergência ou aumento no índice de crimes numa região”, explicou Schirmer.

“A situação da segurança, no geral, enfrenta uma escassez de recursos e de efetivo. Foram décadas de omissão em relação a segurança no nosso país. Falta gente, estrutura, equipamento. Por esse motivo, chamamos todos o banco de concursados na atual gestão. E dou outra notícia: estamos fazendo o maior concurso da última década. Serão 6100 vagas para melhorar o atendimento a todo o Estado”, concluiu o secretário.

Fonte: OAB/RS

BOLETIM INFORMATIVO. CADASTRE-SE!
REDES SOCIAIS E FEED
RSS
YouTube
Flickr
Instagram
Facebook
Twitter
RÁDIO OAB/RS
Rádio OABRS
MAPA DO SITE
Abrir
(51) 3287.1839
Redação JO: Rua Washington Luiz, 1110, 13º andar - Centro - CEP 90010-460 - Porto Alegre - RS   |   comsocial@oabrs.org.br
© Copyright 2018 Ordem dos Advogados do Brasil Seccional RS    |    Desenvolvido por Desize

ACESSAR A CONTA


OABRS:   *
Senha:   *
Esqueci minha senha  |  Novo cadastro