|   Jornal da Ordem Edição 3.299 - Editado em Porto Alegre em 18.09.2019 pelo Departamento de Comunicação Social da OAB/RS
|   Art. 133 - O advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei. Constituição Federal, 1988
NOTÍCIA

02.07.19  |  Advocacia   

Breier acompanha subseção de Itaqui em reunião com juiz-corregedor do TJRS

Foto: Lucas Pfeuffer - OAB/RS

Foto: Lucas Pfeuffer - OAB/RS

Foto: Lucas Pfeuffer - OAB/RS

Foto: Lucas Pfeuffer - OAB/RS

Foto: Lucas Pfeuffer - OAB/RS

Foto: Lucas Pfeuffer - OAB/RS

Foto: Lucas Pfeuffer - OAB/RS

Foto: Lucas Pfeuffer - OAB/RS

O presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, acompanhou uma comitiva da subseção de Itaqui durante uma reunião com o juiz-corregedor do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, Luiz Felipe Desessards, no Palácio da Justiça, na tarde da segunda-feira (01). Na oportunidade, os advogados conversaram com o magistrado sobre o escasso número de servidores na Comarca de Itaqui, que também abrange a cidade de Maçambará.

Breier reforçou as demandas apresentadas pela subseção em relação à falta de servidores, mostrando preocupação com o prejuízo ao exercício da advocacia e, consequentemente, à cidadania: “Estamos aqui, pois acreditamos na importância de nos aproximarmos e firmarmos uma parceria com a instituição. Assim, poderemos acolher, juntos, as angústias dos advogados de nossas 106 subseções. Os problemas de estrutura, além da advocacia, também são sentidos pela comunidade do município ”, explicou.

O presidente da subseção, Jean Márcel Jaques, ao relatar a situação vivenciada pela advocacia da região, também trouxe à tona a possibilidade de criar um 3ª Vara Criminal na Comarca.  “Existem mais de 15 mil processos na fila, aguardando o seu devido prosseguimento. Há apenas seis servidores para lidar com o todo o trabalho, o que acarreta nesta demora que aflige os cidadãos”, alertou.

Ao receber os relatos dos advogados presentes à reunião, o juiz-corregedor, Desessards, se mostrou favorável à instalação de uma 3ª Vara, bem como informou que a realização de editais de remoção e chamada de concursos para novos servidores e magistrados depende da aprovação de um projeto de lei na Assembleia Legislativa. “Assim que esta situação for resolvida, teremos condições de deliberar o caso de Itaqui. Somos parceiros da advocacia e estamos à disposição para auxiliá-la”, afirmou.

Também participaram da reunião: a conselheira seccional, Patricia Degrazia Lima; além de advogados da região.

Fonte: OAB/RS

BOLETIM INFORMATIVO. CADASTRE-SE!
REDES SOCIAIS E FEED
RSS
YouTube
Flickr
Instagram
Facebook
Twitter
RÁDIO OAB/RS
Rádio OABRS
MAPA DO SITE
Abrir
(51) 3287.1800
Redação JO: Rua Washington Luiz, 1110, 13º andar - Centro - CEP 90010-460 - Porto Alegre - RS   |   comsocial@oabrs.org.br
© Copyright 2019 Ordem dos Advogados do Brasil Seccional RS    |    Desenvolvido por Desize

ACESSAR A CONTA


OABRS:   *
Senha:   *
Esqueci minha senha  |  Novo cadastro