|   Jornal da Ordem Edição 2.968 - Editado em Porto Alegre em 20.12.2017 pelo Departamento de Comunicação Social da OAB/RS
|   Art. 133 - O advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei. Constituição Federal, 1988
NOTÍCIA

30.07.07  |  Perfil   

Advogado por reação - Pedro Luiz Correia Osório

Da redação do JORNAL DA ORDEM
 
Apesar de ter nascido no Hospital Beneficência Portuguesa, em Porto Alegre, o advogado Pedro Osório se considera santanense.  A família vivia em Sant´Ana do Livramento, onde ele cresceu e estudou, mas o avô era médico na capital, o que fez com que ele e os irmãos nascessem na capital. Aos 17 anos veio cursar o 3° ano no Colégio Rosário. Logo prestou vestibular e em 1977 ingressou na Faculdade de Direito da Ufrgs. Formou-se cinco anos depois e no mesmo ano, 1981, inscreveu-se na OAB.
 
Na época em que era estudante, Pedro Osório viveu um momento político muito intenso, onde se extinguia o governo Geisel e se instituía uma fase de “abertura política”. Presenciou o retorno das manifestações públicas, as primeiras passeatas, a reconstrução das uniões nacional e estadual dos estudantes, o fim do Decreto nº 477, a anistia, a volta das eleições diretas, e, ao mesmo tempo, atitudes extremamente ditatoriais como a Lei Falcão, a Lei Orgânica da Magistratura.

Pedro participou ativamente do momento político que o país vivia e reconhece que "isso provocava certa dificuldade para ir às aulas", mas relembra que naquela época a participação dos estudantes na política era bem vista pelos professores.
 
Aos 21 anos, já perto de se formar, afastou-se da militância e começou a advogar. Abriu um escritório, junto com três colegas, e passou a postular na Justiça do Trabalho, pois não havia, ali,  necessidade de ser formado. A partir de processos recebidos de escritórios maiores, de advogados que havia conhecido na época da militância estudantil, começou como estagiário.
 
Sua primeira participação na Ordem foi em 1983, na campanha do advogado Luiz Carlos Lopes Madeira, onde coordenou o grupo de advogados jovens. Com a chapa eleita, assumiu cargo na Comissão de Direitos Humanos. Só voltou a ter atividades na Ordem novamente em 1997, quando fez parte da Comissão de Direitos Constitucionais, e em 1998 foi eleito presidente da Caixa de Assistência.

Atualmente exerce na Ordem a função de Coordenador das Subseções, cargo que assumiu por designação do presidente Claudio Lamachia.
 
Enquanto afastado de atividades na OAB-RS, Pedro Osório seguiu ativo nas de classe: foi presidente e vice da Associação Gaúcha dos Advogados Trabalhistas, coordenador do Colégio de Presidentes da Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas e atualmente é o representante da Associação Gaúcha dos Advogados Trabalhistas junto à Associação Brasileira da classe.
 
Questionado sobre o porquê da escolha pelo Direito, Pedro lembra da sua preferência pelas Ciências Humanas no tempo de estudante e conta um fato curioso, mas, salienta, "não ter sido decisivo na hora de escolher a profissão".

Aos 15 anos, quando ainda morava em Sant´Ana do Livramento, circulava pelas ruas da cidade num dia de carnaval.  Ao ver uma grande confusão na Delegacia de Polícia, resolveu entrar e verificar o que estava acontecendo.  A polícia havia prendido várias pessoas que estavam nas ruas sem documento. Pedro acabou discutindo com o delegado e preso também. Sua mãe teve de ir buscá-lo, e ele, inconformado, resolveu ser advogado para que ninguém mais pudesse prendê-lo de forma arbitrária.
 
Fora das atividades jurídicas, Pedro Osório costuma aproveitar os finais de semana para ficar  com a namorada as duas filhas dele.  A mais velha, com 20 anos, segue os passos do pai e cursa o 2° ano de Direito na Ufrgs.  A caçula, com 16, demonstra interesse pela esgrima, esporte onde já é campeã brasileira.

Os planos pessoais incluem "casamento e vida longa e saudável, que já cultivo desde agora, fazendo ginástica regularmente e namorando".

Outro Perfil já publicado pelo JORNAL DA ORDEM - Luiz Felipe Lima de Magalhães

Rodney Silva
Jornalista - MTB 14.759

BOLETIM INFORMATIVO. CADASTRE-SE!
REDES SOCIAIS E FEED
RSS
YouTube
Flickr
Istagram
Facebook
Twitter
RÁDIO OAB/RS
Rádio OABRS
MAPA DO SITE
Abrir
(51) 3287.1839
Redação JO: Rua Washington Luiz, 1110, 13º andar - Centro - CEP 90010-460 - Porto Alegre - RS   |   comsocial@oabrs.org.br
© Copyright 2018 Ordem dos Advogados do Brasil Seccional RS    |    Desenvolvido por Desize

ACESSAR A CONTA


OABRS:   *
Senha:   *
Esqueci minha senha  |  Novo cadastro