|   Jornal da Ordem Edição 2.968 - Editado em Porto Alegre em 20.12.2017 pelo Departamento de Comunicação Social da OAB/RS
|   Art. 133 - O advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei. Constituição Federal, 1988
NOTÍCIA

12.12.17  |  Advocacia   

OAB/RS participa do lançamento de implantação da nova versão do PJe no TRT4

Foto: João Vítor Pereira - OAB/RS

Foto: João Vítor Pereira - OAB/RS

Foto: João Vítor Pereira - OAB/RS

Foto: Inácio Do Canto - TRT4

Foto: João Vítor Pereira - OAB/RS

Foto: João Vítor Pereira - OAB/RS

Foto: João Vítor Pereira - OAB/RS

Foto: João Vítor Pereira - OAB/RS

Foto: João Vítor Pereira - OAB/RS

Foto: João Vítor Pereira - OAB/RS

Foto: Inácio Do Canto - TRT4

O sistema de processo eletrônico da Justiça do Trabalho será atualizado para a versão 2.0. Por conta disso, a secretária-geral adjunta da OAB/RS, Maria Cristina Carrion Vidal de Oliveira e o presidente da Comissão de Direito da Tecnologia da Informação da OAB/RS (CEDTI), Filipe Pereira Mallmann, estiveram presentes na solenidade de implantação da nova versão do sistema de Processo Judicial Eletrônico (PJe) nesta segunda-feira (11) no TRT4.

A alteração faz parte de um projeto piloto do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), e trará ao Tribunal Regional do Trabalho gaúcho uma nova infraestrutura de banco de dados e servidores de aplicação, melhorias e correções sensíveis aos usuários.

O presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, salientou a importância da nova versão do Pje: “O aprimoramento no Processo Eletrônico é de extrema relevância, e, portanto, esperamos que a nova versão traga mais qualidade e rapidez nas informações, e que, sobretudo, atenda a demanda e os anseios da advocacia. Isso facilitará muito o trabalho diário dos advogados que representam a cidadania”, ressaltou.

O PJe 2.0 foi remodelado, as telas dos magistrados e servidores receberam novos acabamentos e, conforme o dirigente da CEDTI, o sistema ficou mais objetivo: "Ainda não tivemos novidades na parte de layout para o cliente externo, o que deve ser, imediatamente, o próximo passo”, acrescentou. 

Mallmann explicou, ainda, que o desenvolvimento da nova versão foi focado no desempenho. Nas primeiras horas de teste, foi possível notar uma melhora no sistema em relação a sua versão anterior: a 1.x. “E esse é um dos aspectos que precisa ser contemplado pelos sistemas de processo eletrônico. O advogado não tem tempo de ficar esperando por infindáveis telas de carregamento, por horas a fio, em frente ao computador. O processo eletrônico deve objetivar o que os demais sistemas de computador buscam: facilidade e usabilidade para o usuário final. É preciso garantir segurança na prestação jurisdicional, agilidade e celeridade. É ouvindo a advocacia que será possível a construção, cada vez mais sólida, dessa ferramenta”, explicou.

 PJe Portable com Shodo e PJe Office pronto para a utilização com o PJe 2.0 –

Baixe aqui: https://drive.google.com/uc?export=download&confirm=8MEv&id=19aJhBM8U4SvwBS3ecHR_ryn-zXUJylt0

Confira abaixo algumas novidades do PJe 2.0:

Acesso ao sistema e consultas sem uso de certificado digital

Para fazer login no sistema e consultar documentos, usuários cadastrados na consulta pública poderão utilizar seu CPF e senha, prescindindo do certificado digital para operações mais simples. A mudança agiliza o acesso ao sistema, ao exigir a certificação apenas no momento de assinar documentos. Para aproveitar a melhoria, é necessário ter feito o cadastro de senha e CPF no sistema. Caso ainda não tenha feito, deverá acessar o PJe com certificado digital e utilizar o menu Configuração > Pessoa > Cadastro de senha, cuidando para deixar a opção "Permitir acesso à Consulta Processual utilizando login e senha" marcada como "sim". A senha a ser cadastrada deve conter seis caracteres, incluindo letras e números.

Assinador Java applet, que utiliza tecnologia defasada e potencialmente vulnerável, será descontinuado em favor de opções mais práticas e modernas

Uma das principais mudanças da nova versão é que o assinador Java applet será descontinuado. A tecnologia está desatualizada e, por isso, poderia apresentar vulnerabilidades de segurança. A mudança permite que o PJePortable seja atualizado, passando a utilizar a última versão do Firefox (57, Quantum), mais rápida e segura. Os assinadores oferecidos aos usuários serão o PJeOffice e o Shodo, feito especialmente para uso no sistema. Recentemente melhorado, o Shodo suporta todos os certificados emitidos pela ICP-Brasil, e é por isso recomendado pelo TRT-RS.

PJePortable agora é baseado em navegador mais moderno

O TRT-RS disponibilizou nova versão do PJePortable, navegador pré-configurado para uso no PJe da Justiça do Trabalho. Ele vem pronto para uso do PJe com os novos assinadores (Shodo e PJeOffice), sendo recomendada sua instalação (clique para instalar). O PJePortable é compatível e recomendado, inclusive, para uso com a versão atual do sistema (1.16.2), sendo sua adoção sugerida desde já. Caso necessário, a Central de Atendimento ao Público presta atendimento especializado no Foro Trabalhista de Porto Alegre e pelo telefone (51) 3255-2700. Usuários avançados que preferirem configurar seu próprio computador poderão fazê-lo seguindo os manuais disponibilizados na página do PJe no site do TRT-RS.

Vanessa Schneider

Jornalista MTB 17654

*Com informações TRT4

Fonte: OAB/RS

BOLETIM INFORMATIVO. CADASTRE-SE!
REDES SOCIAIS E FEED
RSS
YouTube
Flickr
Istagram
Facebook
Twitter
RÁDIO OAB/RS
Rádio OABRS
MAPA DO SITE
Abrir
(51) 3287.1839
Redação JO: Rua Washington Luiz, 1110, 13º andar - Centro - CEP 90010-460 - Porto Alegre - RS   |   comsocial@oabrs.org.br
© Copyright 2018 Ordem dos Advogados do Brasil Seccional RS    |    Desenvolvido por Desize

ACESSAR A CONTA


OABRS:   *
Senha:   *
Esqueci minha senha  |  Novo cadastro