|   Jornal da Ordem Edição 3.132 - Editado em Porto Alegre em 21.09.2018 pelo Departamento de Comunicação Social da OAB/RS
|   Art. 133 - O advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei. Constituição Federal, 1988
NOTÍCIA

20.12.17  |  Advocacia   

Na véspera do recesso forense, Breier visita escritórios de advocacia no Centro de Porto Alegre no projeto De Colega para Colega

Foto: Karine Menoncin - OAB/RS

Foto: Karine Menoncin - OAB/RS

Foto: Karine Menoncin - OAB/RS

Foto: Karine Menoncin - OAB/RS

Foto: Karine Menoncin - OAB/RS

Foto: Karine Menoncin - OAB/RS

Foto: Karine Menoncin - OAB/RS

Foto: Karine Menoncin - OAB/RS

Foto: Karine Menoncin - OAB/RS

Foto: Karine Menoncin - OAB/RS

Foto: Karine Menoncin - OAB/RS

Foto: Karine Menoncin - OAB/RS

Foto: Karine Menoncin - OAB/RS

 O presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, reservou o último dia antes do recesso do Judiciário para mais uma edição do projeto De Colega para Colega. Essa iniciativa, que integra o Plano de Valorização da Advocacia lançado pela atual gestão, consiste no encontro do presidente com advogados e advogadas em seus ambientes de trabalho. Ao longo de 2017, foram visitados dezenas de endereços na Grande Porto Alegre e cidades do interior.

Nesta terça-feira (19), Breier passou por escritórios de advocacia no Centro de Porto Alegre, num dos prédios mais antigos da capital gaúcha, localizado na rua Uruguai. “Este é um momento importante, onde conseguimos conversar com mais calma com nossos colegas e entender a realidade do trabalho, com pontos positivos e negativos”, salienta o presidente. Ele esteve acompanhado de colegas da Ordem: Paulo Cordeiro, Arnaldo Guimarães, Matheus Torres e Andréa Scheffer. Nas visitas, Breier também aproveitou para conversar com estagiários, desejando sorte na conclusão dos estudos e aguardando a visita de todos na sede da entidade.

Na parte da manhã, Breier visitou um escritório. Especializada em Direito Previdenciário e Trabalhista, Rosani Moraes (OAB/RS 80.129) elogiou cursos oferecidos pela Ordem e destacou que um impasse com o INSS está se resolvendo. “É importante perceber que a nossa entidade está atenta às necessidades da classe”, elogiou.  A delegação da OAB/RS também aproveitou a parte da manhã para acompanhar a movimentação na sede central do INSS, podendo fiscalizar de perto denúncias de captação irregular de clientes.

A parte da tarde reservou agenda ainda mais intensa. O primeiro escritório visitado tem três sócios: Aline Oliveira Carvalho (93.908B), Lesrrie Coronet (90.571) e Daniel das Neves Gomes. “Estamos contentes com o projeto da criminalização do desrespeito às prerrogativas que foi aprovado lá no Congresso. Isso mostra a importância da OAB/RS na defesa da atuação dos advogados”, destacou Coronet. Eles salientaram que estão apreensivos com questões da Reforma Trabalhista aprovada pelo Congresso e que ainda não estão bem claras. Segundo eles, o objetivo é atuar da forma mais eficiente e dentro das regras vigentes. “Advogar também é se preocupar com o cliente”, completou Gomes.

No escritório de Patrícia Rosa da Fontoura (74.310), Breier encontrou uma colega satisfeita com a implantação do eproc na Justiça estadual. Ela trouxe uma realidade angustiante para quem trabalho no Direito Previdenciário: o comportamento desrespeitoso de algumas agências bancárias onde os clientes recebem o benefício. “Eles tentam evitar que os advogados aconselhem os clientes, pois querem abrir contas que muitas vezes são desnecessárias. Nos sentimos desrespeitados com o comportamento de alguns bancários”, frisou.

Na sequência de visitas do projeto De Colega para Colega, Breier encontrou os sócios Jair Edgar Silva de Souza (9.540) e Patrícia Luciane de Oliveira Simão (54.706). Souza destacou a dificuldade atual de dialogar com os juízes e trocar informações sobre o processo. “Era algo que se conseguia com mais tranquilidade no passado”, comentou. Já Patrícia, que foi aluna de Breier na faculdade, elogiou a iniciativa de visitar os colegas para compartilhar informações sobre a atuação dos profissionais no dia-a-dia.

No escritório de Marco Antônio Raymundo de Macedo (30.817) e Letícia Bastos de Macedo (80.132), Breier novamente ouviu sobre a necessidade da OAB/RS atuar para conter a captação irregular de clientes no INSS. Ao mesmo tempo, Macedo trouxe sugestões importantes para a entidade e recebeu o convite de participar da Comissão Especial dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CEDPD), já que ele tem um problema de mobilidade nas pernas. “É bom estar recebendo essa visita. Entendo como relevante a OAB/RS estar próxima dos advogados. E espero estar mais atuante na vida da entidade no próximo ano”, comentou o advogado.

A visita aos estabelecimentos localizados na rua Uruguai, no coração histórico de Porto Alegre, teve sequência no escritório Frantz e Ferrão Advogados Associados. Recebido por Paula Frantz Möller (74.937) e Gustavo Ferrão Silva (85.938), o presidente da OAB/RS ouviu elogios sobre os cursos a distância da Escola Superior de Advocacia (ESA). “Tenho interesse em participar dos Grupos de Estudos, inclusive tentei me inscrever numa atividade relacionada ao Direito Previdenciário neste ano”, relatou Paula.

Dos advogados Rafael Furtado (83.766) e Karine Nardin (60.974), o presidente da Ordem gaúcha colheu elogios sobre a atuação da OAB/RS e recebeu um pedido especial para verificar a questão dos pagamentos da RPVs, que nem sempre incluem os advogados nos repasses dos valores. “Estamos honrados com a presença do presidente Breier. É um momento especial e de valorização do nosso trabalho”, elogiou Karina. No roteiro desta terça-feira, o grupo também visitou o escritório de Fabrício Silveira (98.188).

Finalizando a agenda de compromissos, Ricardo Breier conheceu o trabalho do escritório de Ana Marizete Prestes Lopes (23.039), Lawrence Elismar Lopes dos Santos (100.825) e Nilson Borges Fischer (9.474). A morosidade do Judiciário é uma das questões que mais incomoda o trabalho dos advogados. “Juntada de petições ou publicações de Notas de Expediente que demoram meses é algo que prejudica nossa atuação”, destacou Ana Marizete.

Fonte: OAB/RS

BOLETIM INFORMATIVO. CADASTRE-SE!
REDES SOCIAIS E FEED
RSS
YouTube
Flickr
Instagram
Facebook
Twitter
RÁDIO OAB/RS
Rádio OABRS
MAPA DO SITE
Abrir
(51) 3287.1839
Redação JO: Rua Washington Luiz, 1110, 13º andar - Centro - CEP 90010-460 - Porto Alegre - RS   |   comsocial@oabrs.org.br
© Copyright 2018 Ordem dos Advogados do Brasil Seccional RS    |    Desenvolvido por Desize

ACESSAR A CONTA


OABRS:   *
Senha:   *
Esqueci minha senha  |  Novo cadastro