|   Jornal da Ordem Edição 3.174 - Editado em Porto Alegre em 21.03.2019 pelo Departamento de Comunicação Social da OAB/RS
|   Art. 133 - O advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei. Constituição Federal, 1988
NOTÍCIA

13.12.18  |  Advocacia   

“É um atentado contra a advocacia e a cidadania”, afirma Breier ao acompanhar as investigações do assassinato de um advogado em Taquari

Foto: Sergio Trentini - OAB/RS

Foto: Sergio Trentini - OAB/RS

Foto: Sergio Trentini - OAB/RS

Foto: Sergio Trentini - OAB/RS

Foto: Sergio Trentini - OAB/RS

Foto: Sergio Trentini - OAB/RS

Foto: Sergio Trentini - OAB/RS

O presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, acompanha pessoalmente as investigações do assassinato do advogado Itomar Espíndola Dória, que foi morto na tarde desta quarta-feira (12) em seu escritório, em Taquari. A OAB/RS decretou luto de três dias.

“É um crime que atenta contra a toda advocacia gaúcha e que não ficará impune! O advogado Itomar era um profissional querido na região, com mais de 35 anos de profissão na área trabalhista. Não podemos aceitar que quem exerce sua atividade profissional, na defesa de um cidadão, seja alvo de um assassinato”.

O dirigente entrou em contato com o secretário de Segurança, Cezar Schirmer, para acompanhar as investigações. “Fui prontamente atendido pelo nosso secretário, e esperamos que as apurações indiquem os autores desse assassinato, para que respondam por seu crime. Estamos atentos ao desenrolar das notícias da investigação”.

A presidente da subseção de Taquari, Maricel Pereira de Lima, também está no local do crime: “Não há nenhum motivo que pudesse justificar esse ato. Nos sentimos amparados com a presença do nosso presidente Breier, que prontamente se deslocou a Taquari para acompanhar o caso. A advocacia, hoje, está enlutada porque ele morreu no exercício profissional. Esperamos que a Polícia Civil apure rapidamente o crime”.

Em razão dos fatos, os prazos na Justiça do Trabalho e Estadual na comarca de Taquari estão suspensos.

Crime

O advogado Itomar Espíndola Dória foi executado a tiros na tarde desta quarta-feira (12), dentro do escritório onde trabalhava, no centro de Taquari. Conforme a Brigada Militar, o assassino desceu de um carro, entrou no escritório e pediu uma consulta com o advogado. Assim que ele abriu a porta, o homem disparou diversas vezes contra o advogado e fugiu do local.

Reputação Ilibada

O advogado Itomar Espíndola Dória tinha 60 anos de idade e mais de 35 anos de profissão. Atuante na área trabalhista, chegou a ser juiz leigo na Comarca e vice-presidente da OAB Taquari entre 2004-2006.

Sepultamento

Os atos fúnebres de Itomar Espindola Dória serão realizados nesta quinta-feira (13) a partir das 2h na Capela Municipal de Taquari. O sepultamento será realizado na mesma data, às 18h, no Cemitério Municipal de Taquari.

Ato Funebre

Os atos fúnebres serão realizados a partir das 02h desta quarta-feira (12) na Capela Municipal de Taquari e o sepultamento será realizado às 18h, desta quinta-feira (13) no Cemitério Municipal de Taquari.

Fonte: OAB/RS

BOLETIM INFORMATIVO. CADASTRE-SE!
REDES SOCIAIS E FEED
RSS
YouTube
Flickr
Instagram
Facebook
Twitter
RÁDIO OAB/RS
Rádio OABRS
MAPA DO SITE
Abrir
(51) 3287.1800
Redação JO: Rua Washington Luiz, 1110, 13º andar - Centro - CEP 90010-460 - Porto Alegre - RS   |   comsocial@oabrs.org.br
© Copyright 2019 Ordem dos Advogados do Brasil Seccional RS    |    Desenvolvido por Desize

ACESSAR A CONTA


OABRS:   *
Senha:   *
Esqueci minha senha  |  Novo cadastro