|   Jornal da Ordem Edição 3.071 - Editado em Porto Alegre em 22.06.2018 pelo Departamento de Comunicação Social da OAB/RS
|   Art. 133 - O advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei. Constituição Federal, 1988
NOTÍCIA

06.03.18  |  Advocacia   

“A nossa linha é da independência. A OAB enquanto tiver sob a minha direção ela será independente” afirmou Lamachia na abertura da 19º Expodireto Cotrijal

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider- OAB/RS

”A nossa linha é da independência. A OAB enquanto tiver sob a minha direção ela será independente”, afirmou o presidente da OAB nacional, Claudio Lamachia, na abertura da 19º Expodireto Cotrijal, maior feira de tecnologia do agronegócio, que acontece em Não Me Toque. O dirigente falou para mais de 100 pessoas, juntamente com o presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, no início da tarde desta segunda-feira (05).

Com a presença de autoridades do setor empresarial, do agronegócio, de advogados (as), e de magistrados, que ouviam atentamente, no Auditório da Produção, Lamachia abriu o ciclo de palestras falando sobre “A OAB e seu compromisso com a democracia”.  O dirigente nacional destacou ações dos seus dois anos de gestão à frente do Conselho Federal da OAB e relembrou das decisões cruciais e difíceis que o CFOAB teve que tomar como o pedido de afastamento e cassação do deputado Eduardo Cunha; do pedido de acesso à delação do senador Delcídio do Amaral; o pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Roussef e do presidente Michel Temer: 

“Na OAB temos que ter uma posição e precisamos procurar a posição da razão. E ela vem, muitas vezes, por aquilo de mais precioso que podemos ter que é o exemplo. Não importa se nos identificamos mais com um ou outro lado, nós precisamos nos identificar com a Constituição Federal. E ela vem com independência, transparência e ética”, ressaltou.  “A justiça é nos termos da lei e assim que tem que ser e assim tem sido”, enfatizou

“Nós temos que ter um partido: o Brasil e uma a ideologia, que é a Constituição Federal, e isso tem faltado no Brasil. Hoje, o País está dividido e há muitas pessoas que pensam de forma radical: se olharmos as redes sociais, tudo vira polêmica e ódio. E isso não faz bem o para Brasil”, acrescentou.

Lamachia ainda foi enfático: “Eu digo que não estou vendo uma luz que poderia nos iluminar por uma nova construção e por um novo desenrolar de um novo País, e isso não está se formando. É o Brasil da hipocrisia”, destacou o dirigente ao parafrasear Rui Barbosa:  “Fora da lei não tem solução. A lei é o nosso Norte, pois se nos afastarmos dela, aí sim, tudo está acabado”, frisou.

Lamachia concluiu a sua fala destacando o papel do advogado na sociedade. Segundo ele, os advogados são agentes de transformação social: “O Brasil vive um momento bem difícil, entretanto temos uma chance única esse ano: mais um processo eleitoral, e nós advogados temos a responsabilidade de transformação social. Precisamos fazer mais e nos engajar para uma escolha consciente. Voto não tem preço, voto tem consequências”, afirmou Lamachia que adiantou que nos próximos dias a OAB irá lançar uma campanha de conscientização da população sobre a representatividade do voto eleitoral.

 

Fonte: OAB/RS

BOLETIM INFORMATIVO. CADASTRE-SE!
REDES SOCIAIS E FEED
RSS
YouTube
Flickr
Instagram
Facebook
Twitter
RÁDIO OAB/RS
Rádio OABRS
MAPA DO SITE
Abrir
(51) 3287.1839
Redação JO: Rua Washington Luiz, 1110, 13º andar - Centro - CEP 90010-460 - Porto Alegre - RS   |   comsocial@oabrs.org.br
© Copyright 2018 Ordem dos Advogados do Brasil Seccional RS    |    Desenvolvido por Desize

ACESSAR A CONTA


OABRS:   *
Senha:   *
Esqueci minha senha  |  Novo cadastro