|   Jornal da Ordem Edição 3.171 - Editado em Porto Alegre em 18.03.2019 pelo Departamento de Comunicação Social da OAB/RS
|   Art. 133 - O advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei. Constituição Federal, 1988
NOTÍCIA

18.12.18  |  Advocacia   

ESA/RS agracia professores renomados na 9ª edição do Prêmio Mestre Jurídico – Orlando de Assis Corrêa

Foto: Vanessa Schneider - OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider - OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider - OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider - OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider - OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider - OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider - OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider - OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider - OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider - OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider - OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider - OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider - OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider - OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider - OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider - OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider - OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider - OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider - OAB/RS

Foto: Vanessa Schneider - OAB/RS

A Escola Superior de Advocacia da OAB/RS (ESA) promoveu a 9ª edição do Prêmio Mestre Jurídico - Orlando de Assis Corrêa, na sexta-feira (14), no auditório do OAB/RS Cubo. A homenagem é dedicada a profissionais de reconhecida capacidade na docência do Direito.

Foram agraciados os professores: Amadeu de Almeida Weinmann, Araken de Assis, Darclé de Oliveira Cruz, Jair Pereira Coitinho e José Fernando Lutz Coelho.

Representando o presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, na solenidade, o secretário-geral da OAB/RS, Rafael Canterji, destacou a importância dos profissionais para a sociedade: “É um reconhecimento que a Ordem gaúcha faz a esses professores, mas não é somente por um trabalho desenvolvido, mas também pelo reconhecimento de uma vida dedicada às Ciências Jurídicas nessa difícil missão de unir o exercício da advocacia ao exercício da docência.  Não tenho a menor dúvida de que a diretoria da ESA/RS foi extremamente feliz na escolha dos nomes, porque vocês nos representam. A honra é nossa de agradecer por tudo que fizeram, fazem, e, acima de tudo, por tudo que ainda farão por nós advogados, alunos e professores”, afirmou.  

A diretora-geral da ESA/RS, Rosângela Herzer, exaltou que “a honraria é dedicada a advogados e professores que se dedicam a dar aulas e palestras para todos os nossos colegas. O Prêmio Mestre Jurídico é um reconhecimento de que a nossa Escola concede a vocês, colegas abnegados, e que deixam as suas famílias, os seus escritórios para dividir a sua sabedoria e deixá-la em cada canto do Rio Grande”.

Logo em seguida, o advogadoAmadeu de Almeida Weinmann agradeceu “do fundo do coração essa homenagem que a ESA/RS me oferece. Para o meu orgulho, posso dizer que já ganhei um Oscar”, exclamou.

O advogado Araken de Assis ressaltou que é uma honra receber o título ao lado de profissionais reconhecidos e de um ex-aluno, e relembrou quando conheceu o professor Orlando de Assis Correa: “Lembro-me dele como se fosse agora, com as suas espessas sobrancelhas e um ar um pouco taciturno, embora se tratava-se de uma pessoa amável e de fino trato”.

Após isso, o profissional Jair Pereira Coitinho resumiu o momento em uma palavra: gratidão: “Agradeço por fazer e por ter feito parte deste contingente de pensadores do Direito que milita, e é uma oportunidade ímpar. E agradeço ao meu pai, que é advogado, que me iniciou na carreira jurídica e à minha mãe, que foi minha professora”, exaltou.

José Fernando Lutz Coelho frisou: “sinto-me muito envaidecido por esse reconhecimento. Na minha caminhada, eu entendia que ser professor era ensinar, mas eu sinto que muito mais aprendi que ensinei. Essa foi a sabedoria que adquiri, pois foi através das palestras que eu aprendi a viver e a conviver”.

Ao final, a diretora-geral da ESA/RS, leu uma carta enviada pela advogada Darclé de Oliveira Cruz, que não pôde comparecer na solenidade por motivos pessoais.

Estiveram presentes à mesa de abertura: o vice-presidente da ESA/RS, Marcos Eberhardt, o diretor de cursos especiais da ESA/RS, Darci Guimarães Ribeiro, e o diretor administrativo-financeiro da ESA/RS, Otto Júnior Barreto.

O Prêmio

O objetivo do Prêmio Mestre Jurídico – Orlando de Assis Corrêa é o de homenagear profissionais indicados pela ESA com tempo igual ou superior a 20 anos de exercício na carreira jurídica, bem como ter lecionado ou estar lecionando no ensino universitário na área do Direito, ou proferindo palestras em prol do aperfeiçoamento da advocacia.

A nominação Orlando de Assis Corrêa é uma homenagem póstuma ao Coordenador de Direito Constitucional e Administrativo da ESA, biênio 91/93, conferida sua postura ética e dedicação durante o exercício de sua atividade profissional de advogado e professor de Direito.

Fonte: OAB/RS

BOLETIM INFORMATIVO. CADASTRE-SE!
REDES SOCIAIS E FEED
RSS
YouTube
Flickr
Instagram
Facebook
Twitter
RÁDIO OAB/RS
Rádio OABRS
MAPA DO SITE
Abrir
(51) 3287.1800
Redação JO: Rua Washington Luiz, 1110, 13º andar - Centro - CEP 90010-460 - Porto Alegre - RS   |   comsocial@oabrs.org.br
© Copyright 2019 Ordem dos Advogados do Brasil Seccional RS    |    Desenvolvido por Desize

ACESSAR A CONTA


OABRS:   *
Senha:   *
Esqueci minha senha  |  Novo cadastro